Fernando Lima Torres

por admin publicado 05/11/2018 11h30, última modificação 29/11/2018 18h18

Fernando TorresFernando Torres nasceu em Brasília,  graduou-se em Processamento de Dados pela Universidade Católica de Brasília, com Pós-graduação em Desenvolvimento Gerencial pela Universidade de Brasília e Governança em Tecnologia da Informação pela Universidade Cruzeiro do Sul. 
Atua na área de tecnologia da informação há cerca de 34 anos, e  trabalhou na Procuradoria Geral da República, no Superior Tribunal Militar, no Ministério da Ciência e Tecnologia e no Ministério da Educação. 
Aprovado no concurso para Analista de Informática, ingressou na Câmara dos Deputados em junho de 1999. Atualmente trabalha na Coordenação de Soluções de TI para a Área Legislativa da Diretoria de Inovação e Tecnologia da informação - DITEC.

Instituição: Câmara dos Deputados

Palestra: Projetos de Lei de Iniciativa Popular - Identidade digital, blockchain e outros desafios tecnológicos para participação direta do cidadão no processo legislativo

Resumo:
Desde 1988, a coleta de assinaturas de iniciativas populares tem sido realizada fisicamente, com papel e caneta, o que representa um grande obstáculo para a efetividade desse instituto.
Hoje, graças à Internet e a outras tecnologias, seria possível coletar assinaturas por todo o Brasil e verificá-las de forma automatizada.
Evidencia-se uma tendência, entre os que buscam algum tipo de inovação ou mudança legislativa, de que existem caminhos menos árduos e onerosos que a coleta de assinaturas para a apresentação de proposições de iniciativa popular, e de tornar esse canal de participação das pessoas na política mais efetivo.